Digite a senha



Digite a senha



O que deseja fazer?



Recuperação de senha



Área do aluno

Sinais de que eu preciso fazer fisioterapia após a mastectomia

Você está localizado em: Home » Notícias » Sinais de que eu preciso fazer fisioterapia após a mastectomia



Conheça os benefícios da fisioterapia após a mastectomia e saiba quando ela é necessária para garantir uma melhor recuperação de pacientes oncológicos

 

A recuperação após a realização da mastectomia passa pelos cuidados com a cicatrização no local, remédios para aliviar a dor E apoio psicológico. Esse processo é muito importante e varia de acordo com o estado clínico de cada paciente e o tratamento recebido.

 

Outra situação muito comum é a limitação de movimentos na região próxima da cirurgia, dificultando atividades como pentear e prender o cabelo, dirigir, levantar o braço, e mesmo o ato de levar a comida até a boca pode ser complicado de realizar no começo.

 

Por isso é importante compreender que a fisioterapia oncológica é uma excelente aliada da reabilitação funcional no pós-operatório, promovendo a liberação e fortalecimento de membros como os braços e ombros.

 

Entenda melhor os benefícios da fisioterapia após a mastectomia no texto a seguir. 

 

Como saber se é preciso fazer fisioterapia após a mastectomia?

 

A cirurgia de câncer de mama serve para remover o tumor na mama, isto é, retirar todas as células malignas presentes junto ao câncer. Pode ser necessário a retirada dos linfonodos - conhecidos também como gânglios linfáticos axilares - que estão localizados nas axilas. Isso acontece pois quando há um tumor nas mamas e chega nos linfonodos há um risco maior de disseminar para os demais órgãos, ocasionando a metástase

 

Nesse quadro, os pacientes que precisam retirar totalmente os gânglios linfáticos axilares estão mais suscetíveis a desenvolver alguns problemas, incluindo o linfedema de membro superior. Esse acúmulo de líquido na região do braço pode provocar inchaços,sensação de peso e formigamento no local.

 

Aqui estão alguns sinais que deve ser observado:

  • Inchaço nas mamas e na axila
  • Presença de cordões esticados e endurecidos na axila
  • dor
  • fraqueza no braço
  • sensação de peso no braço
  • dificuldade para realizar movimentos
  • áreas de amortecimento ou formigamento 
  • aberturas de ferida opératória



Se alguns desses sinais acima estiverem presentes, então existe a necessidade de fazer fisioterapia pós operatória. Mesmo que o médico não solicite fazer fisioterapia, é muito importante conversar com ele e solicitar um encaminhamento para a fisioterapia oncológica.

 

Para amenizar o quadro e restabelecer a saúde, a fisioterapia oncológica tem um papel importante na recuperação da região afetada, prevenindo e amenizando essas complicações.

 

Leia Mais: Fisioterapia no tratamento de Linfedema



Benefícios da fisioterapia para pacientes que fizeram mastectomia

 

Quanto mais cedo iniciar a prática de exercício após a cirurgia, a dor na região diminui e mais rápido será o restabelecimento dos movimentos. A fisioterapia precoce vai auxiliar para que a paciente tenha uma reabilitação adequada, reduzindo suas complicações e possa retornar sua rotina mais brevemente.

 

Entre os resultados que a fisioterapia após a mastectomia traz aos pacientes, podemos destacar a recuperação da força no braço e ombro do lado que foi realizada a cirurgia e diminuição da dor e da rigidez nas costas e pescoços.  

 

Quando a paciente é submetida à mastectomia radical, isto é, além da mama são retirados músculos da região que podem ter sidos afetados pelo tumor, contar com o acompanhamento do fisioterapeuta é ainda mais essencial para sua recuperação.  

 

O tratamento auxilia a retomar os movimentos dos braços e amenizar os problemas de circulação na área.

 

Diversas são as coisas que são realizadas dentro de uma sessão de fisioterapia. Equipamentos que irão cicatrizar os tecidos mais rápido, exercícios que vão ajudar no fortalecimento dos braços e movimentação dos ombros. Também são indicados alongamentos na região do pescoço, ombros e braços, terapia manual para soltar os endurecimentos, drenagem linfática entre outros.

 

Ao realizar essa atividade, com todo cuidado e orientada por um fisioterapeuta, as pacientes conseguem diminuir significativamente o tempo de recuperação.

 

A fisioterapia no pós-operatório é realizada com progressão branda respeitando as necessidades da paciente e pode ser iniciada logo após a cirurgia.

 

Acesse o manual completo para pacientes mastectomizadas que traz 20 exercícios ilustrados e com orientações para auxiliar na recuperação.

Notícias relacionadas


Newsletter

Preencha seu e-mail e receba as novidades do Instituto Oncofisio em seu e-mail!

© 2010/2021 - Oncofisio: Todos os Direitos Reservados

O conteúdo deste site tem objetivo estritamente informativo. Em hipótese alguma substitui a consulta ou tratamento médico e fisioterapêutico.

Em caso de dúvida, procure seu médico ou fisioterapeuta.

Endereço: Rua Afonso Celso, nº 19 - Vila Mariana - CEP: 04119-000 - São Paulo - SP

Telefone: (11) 2659-7001